blog-image
20
May

A betoneira é um equipamento fundamental na área de construção civil, sendo utilizado exclusivamente no canteiro de obras. Ela consiste em um recipiente giratório, cujo mecanismo faz a mistura dos componentes necessários para dar origem ao concreto, substância essencial em uma construção.  

Este artigo traz todas as informações sobre o equipamento e mais algumas dicas para fazer sua instalação com segurança, ensinando como fazer o aterramento da betoneira. Não perca!

O que faz uma betoneira

Sua função é misturar materiais como pedra, cimento, areia,  água, produzindo uma massa homogênea de concreto. O uso da betoneira gera uma economia de material, tempo e mão-de-obra, sem contar que ela ainda reduz o risco de acidentes de trabalho.

Conheça bem o equipamento

Saiba quais são os componentes de uma betoneira: 

  • Setor basculante: manivelas que auxiliam na rotação da máquina

  • Pás: localizadas dentro do tambor, elas servem para misturar os materiais.

  • Tambor ou cuba: recipiente onde devem ser colocadas as substâncias 

  •  Caixa do motor: onde ficam os botões para acionamento e desligamento da máquina

  • Volante: mecanismo usado para movimentar o tambor. 

  • Pedal: dispositivo usado para inclinar o motor

  • Rodas: (quando não for fixa) auxilia na locomoção do equipamento.

Conheça os diferentes tipos de betoneira

Existem 4 tipos de betoneira. Veja a seguir quais são elas e entenda qual é a melhor opção para sua obra.

Betoneira Móvel

Trata-se de um caminhão que vem com uma betoneira acoplada, ligada por uma correia de aço. O equipamento é alimentado  pelo  sistema de transmissão do veículo e/ou hidráulico.


Betoneira Fixa

É a de uso mais comum. Por ser fixa, deve ocupar um espaço adequado no canteiro de obras. É importante que ele seja nivelado, amplo e com boa iluminação.


Betoneira semi-fixa

Funciona da mesma maneira que a betoneira fixa, porém é mais prática e pode ser facilmente removida por possuir rodas.


Betoneira automática


Movida por um motor sincronizado e equipada com esteiras rolantes, o que facilita o manejo dos materiais.


Existem modelos que funcionam a diesel, como é o caso das betoneiras móveis, ou com eletricidade. Elas também podem ter chassis de aço, carregadores hidráulicos e lâminas removíveis.

Os equipamentos móveis são ideais para obras menores, que não necessitam de uma grande quantidade de material, pois os trabalhadores conseguem movê-la facilmente.   

Já se a obra for grande, é melhor optar por uma betoneira fixa, que tem maior capacidade e confere mais agilidade para produção. 

Mas como fazer a instalação de uma máquina como essa corretamente? É preciso observar uma série de requisitos descritos na norma 5419 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A seguir, veja algumas dicas para fazer o aterramento de uma betoneira.

Dicas para fazer o aterramento de uma betoneira 

A norma técnica NR12, que estabelece as normas de segurança no trabalho relacionadas ao uso de máquinas e equipamentos, diz o seguinte:

“As ligações e derivações dos condutores elétricos das máquinas e equipamentos devem ser feitas mediante dispositivos apropriados e conforme as normas técnicas oficiais vigentes, de modo a assegurar resistência mecânica e contato elétrico adequado, com características equivalentes aos condutores elétricos utilizados e proteção contra riscos”.

Ou seja, todos os equipamentos utilizados dentro do canteiro de obras devem ter aterramento adequado, os cabos elétricos precisam estar ligados ao solo, a fim de evitar choques elétricos ou curto-circuitos que possam ocasionar incêndios. Veja as dicas para fazer o aterramento da betoneira e demais máquinas. Lembre-se que é fundamental ter o apoio de um eletricista nessa parte.

  1. As hastes próprias para o aterramento elétrico da betoneira e de outros equipamentos são feitas de aço revestido de cobre. Prefira as de 2,5m, diminuindo, assim, o risco de atingir dutos subterrâneos no momento da instalação. Será necessário avaliar qual a extensão que melhor de adapta ao seu projeto.

  2. Em uma instalação mais simples, como de residências, o valor da resistência medida para um aterramento deve ser abaixo de 5 Ω (ohms). Porém, em caso de fábricas e construções pode ser de até 10 Ω.

Além disso, o tipo de solo, umidade e outros fatores podem influenciar neste valor.

É necessário inserir hastes até que a resistência seja igual ou inferior a 5Ω. Pode acontecer de a resistência ser maior ou menor, portanto, cabe ao eletricista ou engenheiro elétrico analisar qual das opções é mais indicada: o agrupamento de barras em paralelo (com a regra do polígono) ou o tratamento do solo.

  1. Enterre os eletrodos (hastes de cobre) no solo, deixando cerca de 10 cm para fora. 

  2. Conecte um cabo ao eletrodo de cobre que vai até o quadro central. Ele deve ser ligado à barra de terra, de tal forma a distribuir os fios, colocando um em cada eletroduto. Em outras palavras, cada circuito deve possuir o seu fio terra que será, então, conectado às tomadas. 

  3. No fio terra, a bitola dele deve acompanhar o fio fase (válido para cabos de 16mm²). A partir disso, a bitola do fio terra pode apresentar a metade da dimensão do fio fase.

Como padrão, utilize para as cores do fio terra verde ou amarelo.

  1. Após a instalação, substitua as tomadas antigas, de dois polos, pelas de 3 polos, ligando-o no terceiro fio da tomada. 

Você também pode baixar o pdf com as instruções aqui

Como ligar e fazer o uso correto da betoneira

Após fazer os procedimentos acima, ligue o equipamento à rede elétrica. Verifique se o botão de emergência não está acionado. 

Pressione o botão indicado para ligá-la.

Com a máquina em funcionamento, coloque os materiais para mistura no tambor na seguinte ordem (receita da massa de concreto).

  • Pedra

  • Água

  • Cimento 

  • Areia

Carregue-a pelo lado direito e descarregue pelo lado esquerdo. Para descarregá-la, pressione a trava do volante na parte inferior e gire o tambor. 

Antes de desligá-la, é importante fazer a limpeza do recipiente. Para isso, adicione um balde de pedra e outro de água e deixe a máquina funcionando até retirar todo o resíduo. Daí, é só desligá-la e pronto! 

Utilize os equipamentos de segurança 

Seja qual for a sua função, um ambiente de obras oferece perigo constante, por isso é preciso se proteger tomando alguns cuidados. 

A NR 12 estabelece os equipamentos de proteção individual obrigatórios, que são: 

  • Botas e luvas feitas de material isolante (borracha)

  • Capacete próprio para canteiro de obras

  • Óculos de proteção

  • Protetor auricular


Agora que você já sabe tudo sobre a betoneira, não deixe de executar os procedimentos necessários para garantir maior produtividade e segurança em sua obra. 


E se você está procurando uma betoneira, nós podemos te ajudar na escolha do equipamento ideal e oferecemos as melhores condições para sua locação. Entre em contato com a gente!

Comentários
Compartilhe
Compartilhar
Tweet
Pin
Email
Compartilhar

RECENTES

Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
O entulho pode ser usado como aterro?
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Compactação de solo: saiba o que é e como fazer
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Aterramento para betoneira: tudo o que você precisa saber
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Saiba Qual é a Diferença Entre Martelete e Furadeira de Impacto!
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Concreto Feito a Mão x Betoneira
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Agregados Reutilizáveis
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Compactação do Solo
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Obra Sustentável e Reciclagem de Resíduos da Construção
Ler mais
Caçamba Para Entulho: O Que Você Precisa Saber Para Contratar!
Reciclagem de Concreto
Ler mais